Fundo UREMG - Universidade Rural do Estado de Minas Gerais

Política de anuncio de concessões Instruções para aplicação de bolsas Regulamento para fundo de pesquisas Regulamentação do fundo de pesquisa Regra para aplicação e controle Comissão fundo de pesquisas ESCD (Carta 001) ESCD (Carta 002) ESCD (Carta 003) ESCD (Carta 004) ESCD (Carta 005) ESCD (Carta 006) ESCD (Carta 007) ESCD (Carta 008) ESCD (Carta 009) ESCD (Carta 010) ESCD (Carta 011) ESCD (Carta 012) ESCD (Carta 013) ESCD (Carta 014) ESCD (Carta 015) ESCD (Carta 016) ESCD (Carta 017) ESCD (Carta 018) ESCD (Carta 019) ESCD (Carta 020) ESCD (Carta 021) ESCD (Carta 022) ESCD (Carta 023) ESCD (Carta 024)

Área de identificação

Código de referência

BR MGUFV UREMG

Título

Universidade Rural do Estado de Minas Gerais

Data(s)

  • 1949 - 1969 (Produção)

Nível de descrição

Fundo

Dimensão e suporte

Área de contextualização

Nome do produtor

História administrativa

A transformação da Escola (Esav) em Universidade Rural do Estado de Minas Gerais (Uremg) ocorreu em 13 de novembro de 1948, pela Lei Estadual nº 272. Essa nova estrutura de Universidade Rural tinha em sua composição a Escola Superior de Agricultura, a Escola Superior de Veterinária, a Escola Superior de Ciências Domésticas, a Escola de Especialização, o Serviço de Experimentação e Pesquisa e o Serviço de Extensão.
Entre as características que marcaram a Uremg, destaca-se o seu pioneirismo com a criação da primeira Escola Superior de Ciências Domésticas do Brasil que, em 1954, deu início às atividades pedagógicas do Curso Superior de Ciências Domésticas, diplomando economistas domésticas.
Outro aspecto relevante foram as ampliações de convênios e projetos selados com instituições nacionais e internacionais de fomento financeiro e de cooperação à pesquisa, entre os quais se destaca o Projeto Purdue, que promoveu mudanças e ampliações significativas na Uremg. Tratava-se de um projeto de colaboração entre a Purdue University e a Uremg, iniciado nos anos de 1950 e concretizado em 1958, que colaborou com a vinda de profissionais altamente capacitados, bem como a ida de professores para se especializarem nos Estados Unidos.

História do arquivo

Procedência

Área de conteúdo e estrutura

Âmbito e conteúdo

Avaliação, selecção e eliminação

Ingressos adicionais

Sistema de arranjo

Área de condições de acesso e uso

Condições de acesso

Condiçoes de reprodução

Idioma do material

Script do material

Notas ao idioma e script

Características físicas e requisitos técnicos

Instrumentos de descrição

Área de documentação associada

Existência e localização de originais

ACH-UFV

Existência e localização de cópias

ACH-UFV

Unidades de descrição relacionadas

Descrições relacionadas

Área de notas

Identificador(es) alternativos

Pontos de acesso

Pontos de acesso de assunto

Pontos de acesso local

Ponto de acesso nome

Pontos de acesso de gênero

Área de controle da descrição

Identificador da descrição

02.01.00.00

Identificador da instituição

Regras ou convenções utilizadas

Status

Versão preliminar

Nível de detalhamento

Datas de criação, revisão, eliminação

Idioma(s)

Sistema(s) de escrita(s)

Fontes

Nota do arquivista

As atividades de organização, descrição e difusão deste fundo documental são coordenadas pelo Arquivista Eduardo Luiz dos Santos.
Informações sobre a metodologia e alguns procedimentos:

Zona da incorporação

Assuntos relacionados

Pessoas e organizações relacionadas

Gêneros relacionados

Lugares relacionados